10.30.2017

Podia ter-me dado para pior! #216

O meu crush do momento... estas calças! ❤️















Look total: Zara | Mala e relógio: Michael Kors | Anéis: Calvin Klein | Óculos: Ray Ban | Colar: Eugénio Campos

10.28.2017

Introspectiva ❤️

Por motivos vários, cada vez mais me avalio, e avalio aqueles que tenho na minha vida. Sempre gostei de avaliar, e de ser avaliada, porque isso gera segurança - e consequentemente, menos falhas. 

Acho que acima de tudo, este ano me trouxe conhecimento interior. 




Dizem que crescemos não só com os anos - mas fundamentalmente com os danos. E cada vez mais tenho esta pequena frase como uma máxima na minha vida.

Dantes morria por dentro com a desilusão, as mágoas, e as perdas. Agora sinto que fico apenas fria. E olhem que é difícil, porque a par disso (que isto agora ando numa de introspectiva) noto cada vez mais em mim uma pessoa optimista: o dia pode estar a correr mal, posso ter todos os motivos para estar triste, magoada ou zangada, ou ser apenas um dia mau no geral, mas tenho encarado todos os dias com um sorriso na cara, daqueles que chegam aos olhos! Com uma força interior que não sabia que tinha. E com fé, muita fé. Porque sinto-me melhor assim, não sentido raiva nem magoa, mas sim, transformando isso em dias bons. Em criar um bom ambiente de trabalho por exemplo, em fazer os outros felizes, pequenas coisas - grandes detalhes. Porque tudo corre melhor, quando NÓS SOMOS MELHORES.

Sabem, a princípio assustei-me um pouco com esta minha frieza interior para com a adversidade. Mas depois pensei (não foi assim tão rápido, já lá vão meses): então mas ando eu a dar o melhor de mim, a ser o melhor que conseguido, o possível, o impossível, SEMPRE... para depois lidar com meias coisas? 

Eu sou de facto uma pessoa de oito ou oitenta. Amo com todo o meu coração e ser; ou não gosto, exactamente da mesma forma. Mas  ambos os sentimentos têm de ser motivados.

Eu sempre gostei de ser uma pessoa boa - muito longe de ser perfeita - mas sempre gostei de fazer o bem, e de ver os outros felizes, nunca me lembro de não ser assim. 

Mas neste momento, com os danos anos, fiquei mais exigente. Sim, talvez seja isso mesmo. Fiquei exigente de carácter, sentimentos e verdades. 

Eu quando gosto - gosto muito - e consequentemente, sou boa até de mais (para o meu próprio bem). Faço o que posso, o que não posso. Ajudo, apoio, estou lá - incondicionalmente, e sempre! - sem julgar. Digo as verdades, sou muito pouco de mãos nas costas e paninhos quentes. Mas tenho um coração mole, e isso não é uma qualidade. É um defeito gigante. Afeiçoo-me às pessoas de mais. E a verdade - nua, dura e crua - é que nem toda a gente merece o melhor de nós. 

Daí que, cada vez mais me note exigente. Se eu sei a pessoa que sou, e que sempre fui, quem está comigo não tem de ser perfeito, mas tem de ser verdadeiro. Eu aceito todos os erros, todas as falhas, absolutamente tudo. Eu própria tenho falhas, cometo erros. Mas a lealdade e a autenticidade para mim, são tudo. 

E esse é um facto de que tomei conhecimento de mim própria há bem pouco tempo. 

Eu dou tudo de mim, sou leal até aos ossos (e olhem que tenho os ossos pesados!), sou verdadeira, porque não sei ser de outra forma. Cometo erros, muitos! Caio sete vezes e levanto-me oito. Mas sabem que mais? 

Havia um outro eu, que de certa forma ainda cá está (mas muito escassamente) que de quando em vez era bastante rancoroso. Agora? Só quero que as pessoas que me querem mal, que me fazem mal, sejam felizes. E acreditem, isto é de coração. 

Já me afastei de pessoas apenas porque achava que já não tínhamos nada de bom a dar uma à outra, mas fico feliz com as suas vitórias, fico feliz em vê-la feliz, e acima de tudo: quero o seu bem. Pode não ter feito escolhas da melhor forma, e não me arrependo da forma sincera e transparente como lidei com o assunto, porque eu sou assim. Mas longe ou não, quero que essa pessoa seja feliz.

Agora o que eu não posso, de todo, tolerar são meias verdades. Meias pessoas. Ilusões. Como disse já algures neste longo texto que vos escrevo, só exijo duas coisas - obviamente, não a todos, mas aqueles a quem dou tudo de mim - que sejam leais e verdadeiros. Só isso. 

Ter a certeza que essas poucas pessoas sempre me defenderão nas minhas costas. E me criticarão na minha frente. Que com ou sem motivos, nunca falem mal de mim. Ou se o fizerem que seja a mim mesma. Porque eu estou aqui, sempre pronta a dar cara, para o bem e para o mal. E os verdadeiros amigos choram, gritam e riem juntos. Não nas costas. A falta de lealdade é para mim dilacerante. Mas a mentira... a mentira mata tudo o que havia de bom a recordar. 

Gostava de entender tanta coisa.

É que quando nos fazem mal... ok. Pelo menos temos motivos. Mas quando a pessoa só nos faz bem. Quando a pessoa é das escassas pessoas que gostam de ti de verdade, aí, fica confuso. Mas enfim, a vida é mesmo assim.

O mais importante? Dormirmos bem connosco próprios, de consciência limpa e coração calmo. O resto? O que não nos mata deixa-nos, sem qualquer dúvida, mais fortes. 

Que fique quem quer. Quem gosta. Quem se importa. E quem realmente importa. ❤️

(A propósito da foto que compõe este texto: tenho um imenso orgulho no meu carácter.)

Algo de muito grave se anda a passar...

Primeiro a GUCCI que quase me mata de coração com isto:


A sério, pessoas? Porqueeeeeeê?

Depois a ZARA, com isto:



Que segundo consta, já estão esgotadíssimos. 

Sabem o que vos digo? Coraaaaagem!

10.27.2017

Podia ter-me dado para pior! #215






Look total: Zara | Óculos: Ray Ban | Colar e brincos: Eugénio Campos 

10.26.2017

Toda a vossa atenção, Primark Lovers!

Quando uma pessoa está, literalmente, pobre. Nem seja no sentido cómico da palavra, porque é um facto obviamente relativo, é quando se adora verdadeiramente ir à Primark. Quem não? Quantas vezes já convidaram (ou foram convidadas) por uma amiga, para ir à Pri? Ah pois é! Pri + comida calórica (combinação perfeita!) 

O que nos leva a parte do post de hoje! É que a Pri já nem para os pobres é! As peças mais giras, mais in e mais fashion custam uma pequena fortuna... para uma loja como a Pri. 

Tipo casacos a 60€. Ténis a 20€. Ok, não deixam de ser minimamente em conta... mas convenhamos: é a Pri! Para dar esse dinheiro vou à Zara, ou a outra loja qualquer. Mas ADIANTE! 

Hoje trago-vos uma mistura de peças de que gostei/ com looks já compostos (tudo Primark) e absolutamente adoráveis! 

Fico à espera da vossa opinião :) 

1.



2.



3.




4.




5.


6.


7.


8.



9.


10.




E então, alguns amores por aí ou nem por isso?

Já para não falar dos pijamas megaaa fofinhos e megaaa quentinhos. Das coisas para a casa. Das mil e uma coisas da Disney. Oiiiiinnn! Não aguento. 

Preciso. Preciso. Precisooooo!

Só algumas vão perceber. ❤️🍸




10.24.2017

Podia ter-me dado para pior! #214

Hoje muitoooo formal, porque tinha uma diligência. E tchananaaaaaaã! Em vez de uma tive duas, de uma vez!! Tão, tão feliz! 





Look total: Zara | Mala e Relógio: Michael Kors | Óculos: Ray Ban | Colar: Eugénio Campos | Brincos: Ouriversaria 

10.15.2017

Podia ter-me dado para pior! #213

De ontem. Do concerto do meu querido John Legend, e com a minha querida amiga. 

Este foi, talvez, um dos melhores concertos a que assisti até hoje. Para além da estrondosa voz que o homem tem... é irresistivelmente amoroso! Não estão a perceber: passou o concerto a falar nas saudades que tinha da mulher e da filha. Do quanto as amava. Intercalando com músicas dedicadas a elas, maravilhosamente tocadas a piano pelo próprio, com grandes planos de fundo a encherem aquela multidão de gente de amor. Sim, porque foi disso que se tratou. John Legend transpira amor. Até mesmo convidando uma fã para dançar - salvaguardou desde logo, de forma cómica e aquelas covinhas tímidas em jeito de sorriso - que a mulher não se importava. 

Muito amor por estes dois, tenho a dizer-vos. São, talvez, e assim bem de longe, o casal-celebridade mais querido de todo o sempre! 

Quando as pessoas são boas, amam e são felizes, isso obrigatoriamente transparece em tudo o que fazem e são: e o John Legend não é excepção. 

Amei, amei, amei.

(Mesmo apesar de, equivocadamente, o ter chamado de John LENON. Sorry!) 











Look total: Zara | Ténis: Cubanas | Mala: Primark | Relógio: Michael Kors

O meu amor pequenino. ❤️

Meu amor ❤️ havia tanto a dizer-te! Muitos, muitos parabéns meu amor! Não são os meus olhos de prima-irmã que te veem como o menino mais humilde que conheço, tens o melhor, maior e mais doce coração que conheço. Apesar dos teus ainda tão poucos anos de vida (e muitos centímetros de altura!) consegues pôr te no lugar dos outros, quando não to é exigido. Consegues pensar nos outros - sempre, sempre - antes de ti. E isso nem sempre é bom! Na idade desta nossa foto, o teu 5.º aniversário rias até mais não, eras irrequieto, teimoso e a minha sombra sempre que estávamos juntos. Eras o meu boneco-bebé, o meu amor mais pequeno, e desde o dia 15 de outubro de 2003 que o meu coração transborda. Hoje, agora com 14, estás a formar a tua personalidade. Estás a apreciar o silêncio, o teu espaço, e os teus pensamentos. Estás mais no teu mundo, mais introvertido, mais tímido. Mas comigo, e aliás - nós que te amamos de verdade, queremos lá saber do resto do mundo! - sabemos bem que continuam esses covinhas que eu adoro, o sorriso é o mesmo, o olhar doce mantém-se e o coração é de ouro. Na verdade tu sempre foste assim: tímido, puro e de sorriso fácil. Tenho um orgulho enorme em ti, e adoro-te desde sempre, como um irmão. Estarei sempre, sempre, sempre aqui para ti. Não cresças tão rápido por favor. (Não estou a saber lidar.) Tem um dia feliz meu amor! ❤️ (gosto muito de ti, adoro-te e amo-te! Lembras-te de quem me dizia isto?)



10.09.2017

Podia ter-me dado para pior! #212

Começar a semana em bom. With my new babies 💕👟 sem maquilhagem, mas feliz!










Jeans e Camisa: Zara | Ténis: New Balance | Relógio: Calvin Klein | Anel: Tommy Hilfiger

10.08.2017

Podia ter-me dado para pior! #211








Camisa e Jeans: Zara | Ténis: Adidas Gazelle | Relógio: Michael Kors | Anel: CK | Óculos: Ray Ban

10.07.2017

Podia ter-me dado para pior! #210

Com as jardineiras mais fofas de sempre! Para terminar bem a semana. 











10.03.2017

Presentes do coração ❤️

Porque não é pelo presente em si, pelo valor, ou mesmo até pelo facto de o adorar. É a intenção, o significado e o amor, sentimentos inerentes, todos eles, a este presente. 

De uma das pessoas mais importantes da minha vida. E sem dúvida, o segundo que vou guardar por toda a vida, com o maior carinho do mundo. 

Os primeiros foram quando me licenciei, faz amanhã um ano (como assim???). Estes, talvez por estar ainda menos à espera, e agora pela minha especialização (oficialmente pós-graduada yeahhh!). 

Obrigada ❤️ à melhor tia do mundo! Por tudo. Sempre. Não só por isto, não só por hoje, nem sequer por te lembrares sempre e estares sempre presente. Porque tal como o amor, o “sempre” está sempre entre nós. 



Dois presentes. A mesma pessoa. Um ano de diferença. Duas conquistas. Feliz. 

10.02.2017

Podia ter-me dado para pior! #209

With my new babies! Para começar bem a semana :) 








Look total: Zara | Mala e Óculos: Michael Kors | Óculos: Ray Ban