10.16.2016

Sobre o dia mais feliz da minha vida.

Já se passaram doze dias, duas horas e 19 minutos. Foi no dia 04 de Outubro, pelas 20h19, que recebi a melhor notícia alguma vez recebida: depois de fazer refresh na página de aluno, pela milésima vez ao longo desse dia, vi que tinha passado no meu último exame (e com a melhor nota!). Mesmo passados todos estes dias, ainda não consigo colocar em palavras tudo o que senti. É a conclusão de uma jornada, de uma tão difícil jornada. A concretização de um sonho - o sonho de toda uma vida. O atingir do maior objectivo até então proposto. E no meio de tudo isto, todos estes significados, que por si só já dizem tanto, foi literalmente a passagem de uma vida - e destes últimos 5 anos - que aconteceu naquele momento: pelos meus olhos e pelo meu coração. 


Dizem que quando os sentimentos não cabem no coração, escorrem pelos olhos (eu sei que a frase original não é assim, mas tomei a liberdade de fazer a minha própria adaptação): e foi mesmo isso que aconteceu. Chorei, chorei, chorei. Exterior e interiormente. Da mais pura felicidade e sentimento de missão cumprida alguma vez alcançada. Estagnei, fiquei sem reacção alguns momentos depois. Gritei, ri, sorri, e chorei de novo. Ou talvez nunca tenha parado de o fazer. 

Escusado será dizer que, e como de costume, confirmei a nota mil e uma vezes, não fosse haver qualquer erro. 

Será para sempre a véspera de feriado mais feliz da minha vida.






Depois, chorei e sorri (sempre em simultâneo, dêem-me um desconto) por todos aqueles que sempre acreditaram em mim. Não falo de muitos, porque não o são. Mas falo sim das pessoas mais importantes da minha vida, que mesmo comigo sempre a duvidar de mim, a dar o meu melhor, a esforçar-me diariamente, a fazer o melhor que podia e devia - e a conseguir - mas muito antes de saber o resultado do meu esforço alcançado, que sempre acreditaram em mim e nas minhas capacidades. Que sempre estiveram lá para mim, em todos os momentos, nos melhores - que foram muitos - e nos piores - outros tantos, e tão difíceis. Aos meus pais, e ao meu amor - principalmente a eles, OBRIGADA POR TUDO (tufo, tudo, tudo) e pela maior força do mundo.

É por vocês que tento ser a melhor versão de mim mesma, enquanto pessoa, filha, irmã, namorada, amiga, neta, prima, sobrinha e tudo o mais. É por vocês, por tudo o que fazem por mim, e por serem os melhores do mundo, tal e qual como são, que tento ser o melhor que puder, em todas as mais pequenas coisas. Mas também nas grandes. 

À minha mãe, especialmente, por ser tudo. E por tudo. 

E ao meu amor, que tantas vezes foi o meu ombro nesta jornada e nestes últimos cinco anos. Que tanta força me deu, sempre. Por tudo o que faz e sempre fez por mim, por todas as lágrimas que secou, por sempre acreditar em mim e se orgulhar tão imensamente das minhas conquistas. Tenho o melhor do mundo comigo.  

À minha Chacha, que sempre me acompanhou em todas as fases, sempre me aplaudiu na primeira fila - e sempre com o melhor sorriso, entusiasmo e coração do mundo - e agarrou quando precisei. 

Por fim, mas não menos importantes: as meninas que me acompanharam e toda esta jornada, e para a vida - porque sempre permanecerão na minha vida, e no meu coração - a minha Ana Laura e Ana Luisa. A minha Otchi e a Mafs. As minhas mulheres da lei. E as melhores que a faculdade me trouxe. 

Obrigada a todos os outros, que sabem tão bem quanto eu quem são, e o quanto gosto de vocês. Obrigada por tudo, e principalmente por fazerem parte da minha vida. Vocês sabem quem são. 

Obrigada também a todos aqueles que sempre duvidaram de mim, que sempre torceram pela não concretização deste sonho - agora uma realidade -, que ficaram felizes com as minhas quedas, e que não foram capazes de ficar felizes pela minha vitória. Porque foram muitos. São os menos importantes, mas também me deram força. Para vocês, desejo que sejam verdadeiramente felizes, que se sintam bem convosco mesmos, e que encontrem quem vos ame de verdade: porque gente feliz não se importa com a vida dos outros, nem deseja mal a ninguém. Foi uma chapada de luva branca para muitos, mas a fé e a bênção que me acompanham, e àqueles que me amam, é muito forte. 


OFICIALMENTE LICENCIADA EM DIREITO 

Simmmm, I REALLY DID IT!!! 









1 comentário: