10.17.2016

Próxima etapa

Porque parar é morrer, e o saber não ocupa lugar... 



Depois de terminada a licenciatura, admito que era aquela pessoa que só pensava em ir para a Ordem. No entanto, e embora seja um dos meus objectivos, numa área como o Direito, com tantas e tão variadas áreas, vertentes e especializações, penso que é um pouco pobre ficarmo-nos apenas pela licenciatura e cingirmos todo o curso de Direito a apenas dois únicos e redundantes objectivos: licenciatura e ordem dos advogados. Até porque, contra nós falaríamos, nós que explicamos intermináveis vezes que Direito não é apenas Advocacia, é tanto mais para além disso.

Sendo também um objectivo a cumprir, esta é apenas a minha opinião, a qual assumi desde logo que não era a opinião que eu tinha (tipo desde sempre), mas a qual mudou e evoluiu... assim que o bichinho da criminologia e investigação criminal puxou por mim, e eu soube, desde logo, que não seria capaz de deixar passar esta oportunidade em branco. Não poderia. 

Assim que soube da abertura desta pós-graduação, e conciliando num futuro próximo com o trabalho de escritório, confesso que o meu coração bateu, literalmente, mais forte. ❤️ 

A seguir ao tema, foram os docentes que a irão leccionar que me deram a certeza final de que era isto que queria. Pois teremos o privilégio de ter dois dos melhores professores que tive o prazer de ter na vida universitária, e dois dos melhores na sua área. Penal e Processo Penal. 

Fiz a candidatura, e na 6ª feira recebi a segunda melhor notícia dos últimos tempos: fora admitida. 


Hoje, depois de me matricular, soube que ia ter cadeiras como - tan tan tan tan - medicina legal, entre outras que tais (qual CSI qual quê). Estou tão, tão entusiasmada!! 

Vai ser duro, trabalhar/ estagiar e fazer a pós-graduação ao mesmo tempo, principalmente porque parte do horário será às 6ªs feiras e sábados de manhã. Mas estou mesmo muito feliz!

Wish me luck pequenos Chiclets! 🍀

E lutem sempre por serem Mais e Melhores. 💪🏼🎓📚


Sem comentários:

Enviar um comentário