10.31.2016

O meu bebé. ❤️

É lindo, um sonho, e ultra-leve. Pesa pouco mais que umas folhas, e não fosse ele como é, nem daríamos por ele. 

Abri-o com todo o cuidado, amor e carinho. Estive horas - vá, longos minutos (difícil controlar a drama queen que há em mim, neste momento) - a olhá-lo minuciosamente, e atenta a todo e qualquer pormenor. 

Lá, o liguei, por fim. E escrevi-vos o post de Domingo com ele. E que post esse! 

O meu bebé, como carinhosamente o apelidei. 

Escolhi o Air, acima de tudo pelo peso. Pois tal como já referi é leve como uma pluma. E é tão lindooo. 





❤️

10.30.2016

Meu querido mês de Outubro, 2016.

Este é, sem dúvida, um post especial. E totalmente escrito de coração aberto.

Para vos ser sincera, o título deste post esteve para ser "O Pai Natal chegou mais cedo", ou qualquer outro do género. Mas quis agradecer, e acima de tudo escrever. Às vezes, penso que todos temos necessidade de escrever. Só porque sim. E de corpo e alma. 

Mas eu sinto-me tão agradecida. Por tudo. TÃO verdadeiramente agradecida. Daí que achei que, por todos os motivos e mais alguns, este post deveria ser sobre o mês de Outubro. O meu mês de Outubro. E, sem dúvida, talvez o melhor mês da minha vida, que sem sombra de dúvidas fez todo o meu ano ao nível de concretizações, objectivos cumpridos, e felicidade.


  • A 04 de Outubro, bem no início - deste que vinha a ser, talvez, o melhor mês da minha vida - licenciei-me em Direito, e assim cumpri o sonho de que desde bem pequenina falava e dizia que queria ser, e cumpri talvez o maior, mais importante e custoso objectivo da minha vida, até hoje (ou para sempre, quiçá). 


  • A 14 de Outubro, recebia a notícia, via e-mail, de que a minha candidatura para a Pós-Graduação em Criminologia e Investigação Criminal tinha sido aceite. Tinha sido admitida. Outro sonho relativamente ao qual não me tinha dedicado tanto a desejar, pois estava apenas e só focada no Direito e essencialmente, em terminar o curso, mas que desde o secundário, eu e as minhas duas melhores amigas (da época e que ainda hoje permanecem na minha vida), desejávamos seguir (prometo tentar não vos desiludir! Temos sempre o CSI! eheheh). Mas coincidência das coincidências, a par do término da licenciatura, tenho conhecimento da abertura desta pós-graduação... e era impossível não seguir esta especialização numa das minhas áreas preferidas, desde sempre, no Direito. Estou tão mega ansiosa que comece!! Já falta pouco :) 


  • No dia 28 de Outubro, tive a minha primeira entrevista, e o primeiro impacto com o mundo do trabalho. E correu... muito bem!!! Estava super nervosa, não consegui comer nada até à entrevista, que foi às 15h, já tínhamos falado por alto, mas faltavam as formalidades e tudo o mais. Acho que gaguejei nas primeiras frases proferidas. Aliás, tenho a certeza. Mas gostei tanto! 

Estava nervosa em relação a tudo. Conheci o escritório, as minhas colegas estagiárias - e fiquei verdadeiramente feliz e reconfortada pela extrema simpatia, e à vontade da parte delas para comigo. Mais do que um escritório, parecem uma "família" laboral, vá. E, sejamos sinceros, bom ambiente no local de trabalho... é uma das coisas mais importantes. Claro que foram apenas apresentações, mas são todas verdadeiramente queridas! 

  • Hoje, dia 29 de Outubro, tive o meu primeiro MacBook!!! Estou TÃO, TÃO verdadeiramente FELIZ! 
É oficialmente o meu presente de Natal adiantado, mas tem uma explicação: como sabem, quem me segue diariamente, o meu computador (que durou 6 anos) decidiu colocar fim à vida, na véspera do meu último exame. Até aí, mal o menos. Pedido de Natal: check! O problema foi que na entrevista, quando perguntei o que tinha de levar para o escritório, pediram-me que levasse o meu computador e os meus códigos. (O meu computador... ahahahah) Ou seja, das duas, uma: ou levava o morto, ou contribuía para uma taquicardia da minha mamis quando dissesse que precisava do computador mais cedo... teve mesmo de ser a segunda opção como podem calcular. 

Não é que eu seja esquisitinha, nem nada do género, até porque nunca compraria ou exigiria um computador (muito menos destes!) se o meu não tivesse "morrido", mas acreditem, e eu sei que grande parte de vós me compreende: uma vez Apple, para sempre Apple. Gosto essencialmente de coisas que durem - porque sejamos sinceros, não há computadores minimamente decentes, a valores muito inferiores, e que muito provavelmente não duram nem metade dos anos que os da Apple duram. Mas, sim, não deixa de ser muito dinheiro. Depois eu também sou pessoa de estimar muito as minhas coisas... portanto, ficam a saber que este é o meu novo bebé. O meu bebé mais querido. 

Para 2016? Não posso, nem quero pedir mais. Agora sim, sei o verdadeiro significado desta corriqueira frase: "Só quero trabalho, saúde (acima de tudo), e paz. Para mim e para os meus". Nunca desistam dos vossos sonhos, por mais lutam que vos dêem!

Um obrigada especial, e uma vez mais, à melhor mãe do mundo, por estar sempre na primeira fila a aplaudir as minhas vitórias, e por contribuir, com tudo e a todos os níveis, para as mesmas. Eu sei a sorte que tenho. E sou verdadeiramente grata por tudo.

É uma coisa que acho que aprendemos ao longo da vida - e que quem não faz, devia: sentir-mo-nos gratos. Sermos gratos. Agradecermos. Por tudo, por nada. Pelas pequenas coisas, e obviamente, pelas grandes também. 

Sinto-me numa espécie de bolha. Estou demasiado feliz e grata. Por tudo. Obrigada! 

Acho cada vez mais que a vida nos traz de volta tudo aquilo que de bom fazemos e somos - especialmente para com os outros, e quando não temos nada a receber em troca.

Obrigada vida, mãe, pai, gordo, amor, amigos, "família". O meu forte suporte e pilar. 


P.S.: Desculpem o testamento. Às vezes o coração assim obriga. 




10.29.2016

Queridos, mudei o quarto!

Podia ser uma normal mudança do "Querido, mudei a casa!", mas é uma versão melhorada, e foi só o quarto. Isto dá-nos, de quando em vez, que é como quem diz: muito frequentemente (a mim e à mamis, claro!)

Há dois anos, no verão, e com uma grande vontade de mudar as cores do quarto - radicalmente - cheguei de férias e tinha passado dos sempre verdes/castanhos/laranjas para um amarelo, amarelão! Com direito a uma parede pintada dessa cor, um edredon também ele em modo canário e uma frase em vinil! Todo um amor por aquele quarto. 

Entretanto, o sofá (obviamente) era o mesmo desde que o quarto é quarto - em verde e castanho - e não ficava lá assim muito bem na decoração, mas há males piores no mundo, e um sofá não é propriamente um bem essencial, pelo que ficou por ali. 

Este ano, sem esperar e contra todas as expectativas, foi tempo de mudar radicalmente, em bom, e para muitooooo melhor. 

Deixo-vos as fotos de como está agora: 















Muito, muito in love pelo meu quartinho ❤️

10.26.2016

Pobre coração ❤️

Que já não aguenta de tanta palpitação. 


Exacto. E-x-a-c-t-o.

Todo um amor, por uns ténis. Mais uns, I know... mas são tão, tão, tão. ❤️

Unhas do mês #20

Pois é meus amores, como devem ter reparado (ou então não), esta rubrica andou parada por uns bons meses (sensivelmente desde Julho), pois aqui esta vossa boa amiga tem os nervos à flor da pele, e roer as unhas, é infelizmente o meu pior e maior vício. No entanto, há males piores na vida, não é verdade? 

Porém, como diz a minha chacha agora faço parte do mundo dos crescidos e prometi tentar comportar-me como tal: ou seja, tentar aguentar as unhas. Pois uma pessoa não pode trabalhar nestas condições, I know! (Emoji a revirar os olhos)

Daí que, wish me luck! 

Não resisti às cores de inverno. O meu eterno e adorado bourdeaux

Estão discretas e pequeninas, mas tem de ser. 

Estão no formato bailarina, pequeninas e bourdeaux (apesar de nas fotos parecer vermelho). Para a próxima acho que os nudes não me escapam!! 





O efeito
também não dá para ver bem mas é um género de prateado soft, clarinho - uma nova técnica da qual agora não me recordo o nome, sorry. 

10.25.2016

COLARES ROSA CHICLET #8

Depois de cerca de duas semanas, estava na hora de chegarem novos colares (do vosso blog favorito!), e eis que vos trago sete novos modelos

Com três novidades pelo meio: âncoras, corações e uma medalha especial... para aquelas amizades verdadeiras que andam por aí! Que como são poucas, esta é talvez a medalha mais exclusiva, e por agora só há duas. 

Os restantes modelos, são a repetição dos mais vendidos até então: anjinhos, árvores da vida, mochos e asas protectoras.

Beeeem, como eu sei que vocês estão aí  mortinhos de curiosidade e já não aguentam de tanta ansiedade (digam que sim), vou mostrar-vos os tão esperados colares! Espero que gostem :) 




❤️






E que tal? Gostaram? Se sim, digam-me o vosso preferido :)

Um beijinho!

10.22.2016

Podia ter-me dado para pior! #155

A qualidade das fotos não é a melhor, desta vez, mas não podia deixar passar em branco a estreia das minhas Jeriquinhas, como carinhosamente as/os trato - os meus tão adorados ténis da Maria Mangerica. ❤️ A chuva também não ajudou! 









Casaco e Jeans: ZARA | Camisa: STRADIVARIUS | Ténis: MARIA MANGERICA | Mala: MOSCHINO

10.20.2016

1 ano depois


Só em jeito de agradecimento. Para lá de muito feliz com todas estas conquistas. Vocês são grandes! Os melhores. Obrigada ❤️ 

+ 135.000 visualizações, em menos de dois anos de blog!!! (E mais 15.000 que o ano passado) 

Yeahhhhhhh

10.19.2016

Podia ter-me dado para pior! #154


Maria Mangerica

Já perceberam que o frio, a chuva - o drama - ou o Outono, chegaram definitivamente, e aqui no blog andamos numa de calçado.  

Perdoem-me por andar sensivelmente desde agosto, sem ver absolutamente nada de encher os olhos (e o coração!) por tudo o que é loja. 

Com as Josefinas, sobre as quais já vos falei num post anterior, veio a moda dos pêlos a tapar os atacadores do ténis, e qualquer loja que se preze tem que ter pelo menos um modelo assim.

Há na Zara, na Primark, e por aí fora. 

Mas isso é conversa para outro post, porque hoje venho falar-vos da Maria Mangerica:

Preparem esses corações! 









O melhor? 

- Custam apenas 36.90€;
- Tamanhos: do 35 ao 40;
- Podem comprar apenas as palas de pêlo para colocar em quaisquer ténis, por 20€. 
- Vendem online, na Loja do Chiado ou do Centro Comercial Roma (ambas em Lisboa). 

Espero que gostem tanto quanto eu ❤️