1.11.2016

Globos de Ouro: azul, o novo preto.

Verdade, verdadinha. Eu adoro este tom. E o que é certo é que nunca falha, seja qual for o vestido ou a ocasião. 

Fora isso (ou para além disso) foi uma das apostas da noite: 








Tão diferentes e tão bonitos, todos. 

É caso para dizer: ouro sobre azul. 





1 comentário: