12.17.2015

Filmes da Chiclet #21 especial STAR WARS VII - O Despertar da Força



A mais esperada continuação, daquela a que se chama a saga mais vista de todos os tempos, a Força chegou e não desiludiu. 

O Despertar da Força, o sétimo episódio de Star Wars, trouxe não só personagens novas como Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega), e Poe (Oscar Isaac), mas também o aguardado Han Solo (Harrison Ford) e a adorada princesa Leia (Carrie Fisher), no qual todas têm em comum encontrar Luke Skywalker. Trazendo a todos nós nostalgia e criando uma nova geração em volta de Star Wars e, apesar de ser importante ver os outros filmes, não seria necessário fazê-lo para entender a história em volta deste. 

Não desiludindo com o seu humor, que estão sempre presentes desde os primeiros episódios dos anos 70 e 80, apresentando um visual inacreditável com planetas e cenários novos, um argumento óptimo e boas personagens! 

A Primeira Ordem, a nova força negra que nada tem a ver com a República, trouxe-nos Kylo Ren, uma personagem forte, intrigante e poderoso que luta para seguir os passos de Darth Vader (seu avô), ao querer tornar-se tão ou mais poderoso que ele sendo esse mesmo o seu objectivo.

Temos Rey, que veio de um planeta deserto, uma personagem inesperada que veio trazer inúmeras teorias acerca da sua história, que inicia a sua jornada quando ajuda o droide (BB-8, melhor personagem de todos os tempos! Tão queridooooo!) que carrega uma importante mensagem (uma parte de um mapa para encontrar Luke), e que é tratado como um mito em todo o filme. E por fim, Finn, um herói pouco convicto que procura uma razão para lutar e se junta à Resistência que lutam para manter a liberdade e a democracia na galáxia. Mas o seu bom coração e lealdade falam mais alto desde o início, e acaba por ser um fiel companheiro de Rey e BB-8. 

Quanto a Rey, e as inúmeras teorias acerca de si mesma, eu defendo uma, mas aviso desde já que não é spoiler - é simplesmente a minha teoria, vocês logo terão a vossa. Tenho cá para mim que ela só pode ser filha do Luke! Mas isso é apenas a minha teoria, que no mínimo, terei uns 10 anos (ou 30) para confirmar, se tivermos em conta o tempo que levou o Episódio VII a sair. Logo perceberão porquê, e poderão dar-me razão ou não :)

Em suma, aconselho vivamente a irem ver o filme, não só pela sua história mas também, talvez por nunca antes ter visto isto um fenómeno destes acontecer - as pessoas batiam palmas, e gritavam, por cada personagem mítica que aparecia. Pura emoção e êxtase, num local onde por norma se tem de manter o silêncio. Mas ninguém estava incomodado com isso. Vá, talvez estivesse, mas com um homem que estava mesmo ao meu lado, e de 5 em 5 minutos imitava o Chewbacca para a namorada. Mas isto em alto e bom som, e de modo bastante embaraçoso. Enfim. 

Confesso que só tive tempo de ver o Episódio I e o III antes de ver este, mas - e pelo que me apercebi também, pela opinião da generalidade dos fãs - foi o melhor filme, sem dúvida alguma, de toda a série! O melhor de sempre! A Disney, como sempre nunca desilude, e foi fiel à história. 









4 comentários:

  1. Eu comecei a ver agora os filmes, ainda estou a pensar se vejo esse no cinema ou não :P
    Mas gostei bastante dos que vi até agora e para um filme feito nos anos 70/80 em termos de efeitos especiais não está nada mal. Este deve estar brutal mesmo!

    Beijinhos
    www.confissoesdos20etais.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este está completamente diferente em termos de efeitos, e da qualidade em si. Talvez o mais parecido ao nível da qualidade seja mesmo o terceiro. É mesmo muito bom, não deixes de ir ver ao cinema :) beijinhos

      Eliminar