12.20.2014

Querido Pai Natal... #5

Livros, como não amar? Juro que não compreendo quem não gosta de ler. Aceito obviamente, pois gostos definitivamente que não se discutem. Mas ler? É chato? Onde? Só significa que ainda não encontraram o vosso género de leitura preferido. Acredito que existam pessoas que não gostam, pura e simplesmente e ponto final. Outras são apenas, preguiçosas de mais para tentar. Mas acreditem, não sabem o que estão a perder. Há tantos e tantos, para os mais variados gostos... mas é TÃO bom. 

É viajar para lugares que não conhecemos e passamos a amar (e queremos tanto visitar!!), é esquecer por momentos as nossas vidas ou chatices e entrar na história, no livro, nas personagens. Viver, rir, chorar, com elas. É todo um misto de sensações e sentimentos tão bons! Não sei que dizer mais para vos persuadir. Só posso mesmo dizer-vos que é das coisas que mais amo fazer na vida. Adoro, adoro ler! Na praia, em casa, de dia, de noite, na cama, no sofá, na espreguiçadeira, à lareira. 

No entanto, não gosto de partilhar a minha história enquanto a vivo! (ahhh, sacana da miúda!) ou seja, não gosto de ler no metro, no dentista, enquanto estou rodeada de amigos... porque vivo tanto as histórias, os livros em si, que quero viver isso tudo intensamente, ler calmamente (salvo seja, visto que praticamente como livros... do género, 500 páginas em dois dias?), sonhar acordada, e tanto, tanto mais.

Acima de tudo adoro Romances. Já me chega a quantidade de livros que tenho de ler durante todo-o-ano, chatos, chatos que só eles!

E a minha escritora preferida é, sem sombra de dúvida, a Nora Roberts. Tenho, orgulhosamente, criada ao longo de anos (já lá vão uns 11 anos desde o meu primeiro livro a sério, o meu primeiro da Nora, aquele que fez, para mim, do acto de ler, uma paixão!) toda a colecção de livros escritos (traduzidos) dela. Faltam-me apenas estes dois últimos, mais recentes. Mas o tempo não o tem permitido, nem para comprá-los nem para lê-los. 

Deixo-vos alguns que adoravam fazer companhia aos demais da estante cá de casa (Just Saying...)









Xoxo,

é tudo, por hoje.


Sem comentários:

Enviar um comentário